EPI hospitalar: os 6 equipamentos obrigatórios na saúde

Conheça quais são os EPIs hospitalares essenciais para os profissionais da saúde

As instituições de saúde são ambientes muito propícios à circulação de agentes prejudiciais à saúde, como vírus e bactérias. Por isso, é fundamental que todo profissional da área faça uso do EPI hospitalar.

Os equipamentos de proteção individual são os responsáveis por proteger os trabalhadores, permitindo que eles realizem as atividades do dia a dia de forma segura.

O uso do EPI hospitalar é obrigatório e regulamentado pelas instituições brasileiras responsáveis, como a Anvisa.

Neste artigo vamos mostrar para você os 6 principais equipamentos de proteção individual usados nos ambientes hospitalares e a sua importância. Boa leitura!

Qual a importância do EPI hospitalar?

Como dissemos acima, os hospitais e clínicas são ambientes de fácil proliferação de agentes nocivos à saúde humana. E, por isso, precisam de atenção constante, não apenas com a limpeza e desinfeção, mas também com o armazenamento, uso e descarte correto de todos os materiais usados na rotina de atendimentos.

Além disso, as instituições de saúde também oferecem riscos químicos, radiações ionizantes e contaminação por meio de resíduos. Portanto, o EPI hospitalar, combinado ao cuidado com a limpeza do ambiente, é uma ferramenta muito eficaz para o combate desses problemas. Eles impedem:

  • Doenças decorrentes do contato com produtos químicos;
  • Contato com fluidos corporais de pessoas doentes.

Os EPIs ainda proporcionam mais segurança no atendimento direto aos pacientes e a maior satisfação também dos familiares e colaboradores em relação à instituição.

A instituição tem a responsabilidade de disponibilizar os equipamentos de proteção individual para o profissional. Todos eles devem possuir o Certificado de Aprovação.

EPIs hospitalares fundamentais

O EPI hospitalar deve ser usado em todas as atividades que ofereçam riscos ocupacionais. Veja agora os principais equipamentos de proteção individual da saúde.

  1. Luvas

Grande parte dos procedimentos realizados nos atendimentos na área da saúde exige o uso das luvas descartáveis para proteger as mãos. Afinal, elas são pontos de contato muito suscetíveis a contrair alguma infecção. As luvas podem ser:

  • estéreis: indicadas para a realização de cirurgias e devem ter um formato anatômico ajustável;
  • não estéreis: recomendada para demais procedimentos, como dermatológicos e dentários.

Esse EPI hospitalar pode ser confeccionado em diferentes materiais como o látex, por exemplo. As luvas são muito resistentes, com capacidade natural de vedação, além de garantirem muita proteção e conforto.

Os alérgicos podem optar pelas luvas hipoalergênicas, com baixa tendência a causar reações no usuário.

2. Óculos de proteção

A recomendação é que os óculos de proteção sejam usados quando existe o risco de algum fluido respingar no colaborador.

Esse EPI hospitalar deve, assim como os outros, ser produzido de acordo com as normas regulatórias. O material deve ser acrilico, para não interferir na visão e deve, também, ter proteção lateral e tecnologia para que não embace.

3. Avental

O avental é usado principalmente durante cirurgias e devem ser descartados após o uso. O objetivo desse EPI hospitalar é atuar como uma barreira física contra secreções e substâncias que podem prejudicar a saúde, protegendo a roupa e a pele do profissional de saúde.

Os aventais devem ser, obrigatoriamente, feitos de algodão e cobertos por material impermeável.

4. Máscara cirúrgica

As máscaras cirúrgicas ganharam muito protagonismo no combate à Covid-19. Esse EPI hospitalar é usado em vários procedimentos. Ele diminui os riscos de um acidente biológico e também o contato direto do profissional de saúde com os fluidos do paciente.

5. Sapatos fechados

Os sapatos fechados são essenciais para o dia a dia dos trabalhadores dos profissionais da saúde.

Eles são citados em normas regulamentadoras e são importantes recomendados para os locais com umidade e que contém materiais infectantes, como centros de esterilização e centros cirúrgicos.

6. Touca

a touca protege médicos e enfermeiros

As toucas evitam a queda de cabelos durante a execução dos procedimentos, além de impedir que as substâncias contaminantes entrem em contato com o trabalhador.

Como você viu, o uso do EPI hospitalar  é fundamental para garantir a segurança tanto de profissionais quanto dos pacientes. Ah, e é sempre bom lembrar que esses materiais devem ser descartados corretamente.

Gostou do conteúdo? Leia também: Kit segurança: conheça os 5 melhores sistemas de alarme residencial

Gostou? Compartilhe

Confira outros

aumento na conta de energia
Energia Elétrica

Aumento na conta de energia: Confira o reajuste!

Se você já levou um susto ao abrir sua conta de energia, não está sozinho. O aumento na conta de energia elétrica tem sido um assunto recorrente, deixando muitos consumidores preocupados e em busca de soluções para equilibrar o orçamento doméstico.  Por isso, vamos juntos entender os motivos por trás

Saiba mais »
Demanda contratada
Dicas

Demanda Contratada: Tudo o que você precisa saber

No mundo da energia, a “Demanda Contratada” é uma expressão que pode parecer complexa à primeira vista, mas entender seu significado e importância é crucial para qualquer consumidor ou empresa. Por conta disto, vamos te explicar o que é a Demanda Contratada, por que é importante e como você pode

Saiba mais »
Lustres para Cozinha
Dicas

Lustres para Cozinha: Qual deles combina mais com você?

Se você está buscando uma maneira de adicionar elegância e estilo, investir em um lustres para cozinha pode ser a solução perfeita. Os lustres não só fornecem iluminação adequada para suas atividades culinárias, mas também adicionam um toque de sofisticação ao ambiente. Venha conosco explorar diferentes tipos de lustres para

Saiba mais »