Energia solar vale a pena? Descubra aqui na BA Elétrica!

Energia solar é qualquer forma de produção de energia que utiliza os raios do sol, um dos recursos mais infinitos da natureza e por isso vale a pena investir em placas de capitação desta

Não é novidade que as pessoas têm dúvidas se a energia solar vale a pena, pois a maioria das pessoas está em busca de formas de economizar energia elétrica!

E não só isso, mas a sensação de gerar a própria energia de forma sustentável e renovável é um fator que chama a atenção de muitas pessoas! Se você veio até aqui, é porque também está em busca de formas de economizar na conta de luz e a energia solar pode ser a solução perfeita! Continue a leitura para saber mais.

 

O que é energia solar?

É possível classificar a energia solar como qualquer forma de produção de energia que utiliza os raios do sol, um dos recursos mais infinitos da natureza.

Porém, existem outras maneiras de transformar a luz e o calor emitidos pelo sol em energia. Como resultado, há vários tipos de energia solar com as várias tecnologias que foram feitas para este objetivo.

De forma geral, existem três tipos principais de energia solar, cada um com um método diferente de produção de energia:

  • Energia solar fotovoltaica – transforma a energia do sol em eletricidade a partir do uso de painéis fotovoltaicos;
  • Energia solar térmica – o calor dos raios solares é transferido para água ou óleo, para depois usar como fonte de calor;
  • Energia solar heliotérmica – concentra os raios solares para produzir energia (este método também é chamado de energia termossolar).

Simplificando, podemos afirmar que essa energia é produzida a partir da luz e do calor emitidos pela radiação solar. Com o uso da tecnologia adequada, conseguimos captar essa radiação que depois vira eletricidade e outros meios de energia.

 

Quais são os benefícios da energia solar?

O uso de energia solar possui diversos benefícios que vão desde a economia na conta de luz, quanto a preservação do meio ambiente

Agora que você já entende um pouco sobre como funciona a energia solar, confira logo abaixo quais são os benefícios de usar esse tipo de energia sustentável!

1. Fonte de energia renovável

O sol é renovável, pois é uma fonte de energia que é infinita. Dessa forma, a tecnologia é capaz de captar a luz solar todos os dias, mas com menor eficiência à noite ou em dias de chuva. 

Além disso, é uma fonte de energia estável e confiável, tornando-se a opção mais previsível que nunca vai faltar, diferente da energia eólica ou da hídrica.

2. Não polui e não faz barulho

A produção de energia elétrica através dos painéis solares é silenciosa e não agride o meio ambiente, pois necessita apenas da luz solar para gerar eletricidade.

Com isso, outra vantagem da energia solar em relação à produção de energia eólica é que seus equipamentos funcionam sem a necessidade de gerar ruídos, tornando a operação totalmente silenciosa e sustentável.

3. Vida útil longa

A vida útil de um sistema de energia solar, assim como de seus painéis solares fotovoltaicos, é por volta de 25 anos. Como a vida útil desse sistema é muito alta, isso pode afetar o valor do investimento  pela influência da economia no valor da conta de luz.

4. É possível instalar em telhados, fachadas, no solo e na água

Apesar das instalações fotovoltaicas serem mais comuns em telhados, é possível fazer a instalação delas também em outras superfícies, como no solo, fachadas ou até na água. Como resultado, sua operação é eficiente em todas as instalações, tendo em vista que você poderá gerar energia mesmo em lugares mais remotos.

5. É gratuita

Você deve estar ciente de que a energia do sol é um recurso fornecido pela natureza, ou seja, é gratuita. O posicionamento correto das instalações das placas fotovoltaicas permite aproveitar ao máximo essa energia.

6. Não requer muita manutenção

Embora seja uma tecnologia mais cara, as placas ou painéis usados na produção de energia são duráveis e praticamente isentos de manutenção.

7. Economia de até 90% da conta de luz

Por ser uma energia que não se esgota, de um recurso renovável (energia solar), outro grande benefício é que você pode gerar a energia solar de maneira fácil e eficaz em propriedades residenciais, comerciais, industriais e rurais, permitindo uma economia de até 90 % do custo da conta de luz.

 

O que mudará na energia solar em 2023?

A Lei nº 14.300/22, também conhecida como Marco Legal da Microgeração e Minigeração Distribuída, foi sancionada em 6 de janeiro de 2022 e prevê a cobrança de imposto para quem produzir energia solar

A Lei nº 14.300/22, também conhecida como Marco Legal da Microgeração e Minigeração Distribuída, foi sancionada em 6 de janeiro de 2022 e prevê a cobrança de imposto para quem produzir energia solar. Desta forma, todos os que instalarem um sistema fotovoltaico a partir de 2023 estarão abrangidos pelo novo regulamento.

Antes dessa lei, havia isenção ao pagamento da Fio B, que faz parte da Tarifa de Uso de Sistemas de Distribuição (TUSD). Em 2023, todos que produzirem energia solar terão que pagar para usar a infraestrutura da distribuidora nos períodos em que não houver geração simultânea.

Serão dois grupos transitórios, e aos poucos o consumidor terá que pagar pelo custo da infraestrutura elétrica quando injetar energia em uma rede.

Adesão de 7 de janeiro até 7 de julho de 2023:

Haverá um “desconto” de 4,1% sobre a energia injetada na rede para pagar a infraestrutura elétrica para os clientes que aderirem até julho de 2023.

O cálculo deste desconto é em quilowatts-hora (kWh). Em outras palavras, inicialmente, quatro de cada 100 quilowatts-hora injetados na rede serão destinados ao custeio da infraestrutura. Os consumidores desse grupo terão uma regra de transição mais longa, com duração até 2030.

Em 2031, os consumidores estarão sujeitos a uma nova regra que será estabelecida de acordo com os novos cálculos da Aneel.

  • 2023 – 4,1% do injetado ficará na rede;
  • 2024 – 8,1%;
  • 2025 – 12,2%;
  • 2026 – 16,2%;
  • 2027 – 20,3%;
  • 2028 – 24,3%;
  • 2029 – 27%;
  • 2030 – 27%;
  • 2031 – a definir

Adesão depois de 7 de julho de 2023:

Por outro lado, se aderirem depois de julho, os consumidores cairão em uma transição mais curta. Essa regra será a mesma até 2028, mas a partir de então, o percentual ainda está sem definir:

  • 2023 – 4,1% do injetado ficará na rede;
  • 2024 – 8,1%;
  • 2025 – 12,2%;
  • 2026 – 16,2%;
  • 2027 – 20,3%;
  • 2028 – 24,3%;
  • 2029 – a definir

Agora que você já sabe quais são as vantagens em instalar energia solar em sua casa, é importante lembrar que nós da BA Elétrica possuímos  uma variedade com mais de 30 mil itens, entre em contato com o nosso setor de vendas clicando aqui e solicite um orçamento! 

Gostou? Compartilhe

Confira outros

aumento na conta de energia
Energia Elétrica

Aumento na conta de energia: Confira o reajuste!

Se você já levou um susto ao abrir sua conta de energia, não está sozinho. O aumento na conta de energia elétrica tem sido um assunto recorrente, deixando muitos consumidores preocupados e em busca de soluções para equilibrar o orçamento doméstico.  Por isso, vamos juntos entender os motivos por trás

Saiba mais »
Demanda contratada
Dicas

Demanda Contratada: Tudo o que você precisa saber

No mundo da energia, a “Demanda Contratada” é uma expressão que pode parecer complexa à primeira vista, mas entender seu significado e importância é crucial para qualquer consumidor ou empresa. Por conta disto, vamos te explicar o que é a Demanda Contratada, por que é importante e como você pode

Saiba mais »
Lustres para Cozinha
Dicas

Lustres para Cozinha: Qual deles combina mais com você?

Se você está buscando uma maneira de adicionar elegância e estilo, investir em um lustres para cozinha pode ser a solução perfeita. Os lustres não só fornecem iluminação adequada para suas atividades culinárias, mas também adicionam um toque de sofisticação ao ambiente. Venha conosco explorar diferentes tipos de lustres para

Saiba mais »